Asseec em ação: 13 de agosto será Dia Nacional de luta contra a reforma da Previdência! Não deixe de participar!

20cbda49-306f-4ccd-bb64-b5a0ef75553c

Estudantes, trabalhadores, representantes de sindicatos e centrais sindicais irão novamente levar para as ruas, nesta terça-feira, 13, um #tsunami em defesa da educação e contra a reforma da Previdência. Entre os principais pontos da manifestação estão o endurecimento das regras para concessão de benefícios previdenciários e o desmonte da educação pública.

A expectativa é de um movimento ainda maior do que os realizados nos dias 15 e 30 de maio deste ano, quando atos em todo país reuniram milhares de pessoas contra o corte de verbas anunciado pelo Ministério da Educação (MEC), para as universidades públicas e institutos federais.

Agora, além da reforma da Previdência, que segue para votação no Senado, a luta se estende ao programa Future-se, proposto pelo Governo Bolsonaro como uma nova forma de busca por financiamento nas instituições de educação superior, que especialistas veem como a abertura para privatização e o fim da educação pública de qualidade.

O ato desta terça-feira tem o objetivo de pressionar os parlamentares para impedir o fim da aposentadoria, benefícios e pensões e defender a previdência pública, bem como a educação de qualidade para todos.

A Asseec garante que unirá forças com a classe trabalhadora e estudantil em defesa dos direitos da sociedade.

No Ceará, a concentração acontecerá na Praça da Gentilândia, às 8h e percorrerá pelas ruas do Centro de Fortaleza.

Asseec em defesa da educação e contra a reforma da Previdência 

A Associação dos Servidores da Secretaria de Educação do Ceará, Asseec, faz parte da mobilização ativa pelos direitos previdenciários do trabalhador e está sempre marcando presença em todos as mobilizações e atos públicos contra esta reforma que afeta principalmente à redução de valor da pensão das viúvas.

Ainda dá tempo de virar!

Para valer, a Reforma da Previdência precisa ser aprovada em dois turnos na Câmara e em dois turnos no Senado. As regras da “Nova Previdência” são mais duras e prejudicam os trabalhadores, sobretudo, os mais pobres. Segundo o jornal O Globo, o governo bloqueia mais de R$ 348 milhões da educação, impedindo R$ 6,1 bilhões de investimentos para a educação.

Nossa arma é ir pra rua dia 13. Contamos com a sua presença!

.: Serviço

Dia Nacional de luta contra a reforma da Previdência!

Local: Praça da Gentilândia, às 8h.

Author: Thiciane Diniz

Compartilhe


Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *